GearBest

Programa Para Recuperar Ficheiros Apagados – Recuva

Hoje vou falar sobre o programa para recuperar ficheiros apagados Recuva que uso sempre que apago ficheiros por erro e preciso recuperá-los. Com este Piriform Recuva você pode recuperar aqueles arquivos que apagou por acidente na última limpeza. 😉

O Recuva tem uma versão grátis e duas versões pagas, mas para o utilizador comum a versão standard gratuita funciona perfeitamente. Esse site Piriform é o mesmo do programa CCleaner um programa para limpar o computador com algumas funções semelhantes ao Iobit Advanced System Care de que já falei em outro artigo e que como já disse antes este System Care parece-me o melhor programa para melhorar o desempenho do pc em poucos cliques que conheço. Mas voltando ao Recuva…

Piriform Recuva Standard

Imagem: O texto na janela do Piriform Recuva mostra as informações do sistema operativo, no meu caso ele sabe que tenho o Windows 7 Home Premium com Service Pack 1, um Pentium dual-core de 2.80 Ghz, 4 GB de RAM e que tenho uma placa gráfica Nvidia GeForce 8400 GS e… Como ele sabe tudo isso?!

Dica sobre a Reciclagem

Antes de explicar como recuperar ficheiros com o Recuva quero só dizer que a primeira coisa que pode fazer é ver se os ficheiros que apagou estão na Reciclagem (PT) ou Lixeira (BR) que é a pasta especial onde ficam os ficheiros apagados, apenas depois de ver que não estão nela ou que ela está vazia deve proceder a tentar a recuperação usando programas específicos para isso. Ela é o ícone no seu desktop que parece uma lixeira ou um cesto de papéis, clique nela para a abrir e veja quais os ficheiros que estão aí, se os encontrar clique neles e escolha Restaurar.

Como recuperar ficheiros apagados com o Recuva

Para recuperar arquivos apagados com este software apenas tem de o descarregar (download aqui, se quiser pode enviar o email no formulário do site para receber novidades mas não é necessário para descarregar o software) e depois de o instalar e abrir:

  1. Escolher qual o disco rígido onde quer fazer a busca pelos ficheiros apagados, ou se não souber em que disco estava o ficheiro pode escolher fazer a procura em todos os dispositivos, o que inclui também leitores de mp3, cartões, memórias flash, câmaras digitais, etc. que tenha nesse momento ligados ao computador;
  2. No campo com a lupa pode filtrar os resultados ou até escrever o nome do ficheiro ou parte do nome, isto será útil para mostrar apenas os ficheiros correspondentes depois de terminar a busca (se não fizer isto a lista de ficheiros apagados poderá mostrar milhares de entradas tornando mais difícil a identificação);
  3. Clique em “Verificar”;
  4. Depois da lista aparecer, seleccione o ficheiro que apagou por engano, e clique em “Recuperar”;
  5. Seleccione o destino onde guardar o ficheiro recuperado (dica: não o guarde na mesma pasta onde estava antes).

A lista de resultados apresenta um ícone colorido ao lado de cada item indicando se pode ser recuperado ou não, um ícone verde indica os ficheiros que ainda podem ser recuperados e um ícone vermelho indica ficheiros irrecuperáveis.

Analisando disco com Recuva

Imagem: Veja na imagem acima uma busca que fiz há minutos para recuperar imagens apagadas, aqui o Recuva está analisando o disco rígido onde estavam (estão) as imagens…

Recuperando imagens apagadas com Recuva

Imagem: O Recuva analisou o meu disco de 930 GB em menos de 1 minuto! Agora posso clicar sobre uma imagem e ver a prévisualização dela no lado direito, o ícone verde indica os ficheiros que ainda podem ser recuperados com sucesso…

Recuperando ficheiros apagados com Recuva

Imagem: Usando esta janela no Recuva posso ver as informações do ficheiro, note a informação “nenhum cluster sobrescrito”, isto significa que nada foi ainda gravado por cima do ficheiro que quero recuperar, e o estado dele é “Excelente” indicando que pode ser recuperado. Agora é só clicar no botão Recuperar e escolher onde guardar o ficheiro que o Recupa recuvou, digo, que o Recuva recuperou! 😀

O software Recuva pode ser iniciado de duas formas: através de um assistente que guia o utilizador passo a passo, ou mostrando a interface do programa e permitindo ao utilizador definir as opções de busca e filtros. Veja as diferenças:

Opções para recuperar ficheiros com o Recuva

Usando o assistente você pode começar por indicar o tipo de ficheiros que quer recuperar, podem ser imagens, música, documentos, vídeos, pastas compactadas (ZIP, RAR, …), emails, ou todos os tipos de ficheiros.

No passo seguinte pode indicar a localização original dos arquivos, pode ser um cartão removível, na pasta de documentos predefinida do sistema, ficheiros apagados para a lixeira ou reciclagem, em uma pasta específica, ou em todas as pastas.

Depois clique em “Iniciar”. Há uma opção “habilitar verificação profunda” mas sugiro que não a habilite numa primeira busca pois demorará muito mais tempo, em vez disso apenas a habilite numa segunda pesquisa se a primeira não mostrar os ficheiros pretendidos.

Entre as opções do Piriform Recuva pode por exemplo activar a opção para mostrar arquivos ocultos do sistema, mostrar arquivos de zero bytes (existem mas não têm conteúdo), mostrar arquivos removidos de modo seguro (deletados por outros programas de forma segura, são muito mais difíceis de serem recuperados), e também fazer a verificação de arquivos não apagados mas que estão corrompidos.

Se os ficheiros a recuperar forem imagens também poderá ver uma pré-visualização delas no painel no lado direito da janela do programa, bem como outras informações como a data de criação e de modificação do ficheiro, etc.

Mais dicas sobre recuperação de ficheiros

Quando você cria ficheiros eles ficam gravados em alguma área física do disco rígido e quando você apaga algum deles, ele deixa de aparecer no sistema de arquivos mas continua fisicamente gravado no disco até que algum novo ficheiro seja gravado por cima.

Então mesmo após você apagar ficheiros do seu sistema eles ainda podem ser recuperados desde que não tenham sido entretanto gravados novos ficheiros na localização dos que apagou.

Por isto é importante que ao notar ter apagado por acidente ficheiros importantes proceda de imediato à recuperação deles antes que sejam criados novos, seja por você ou pelo próprio sistema operativo. E se tiver programas abertos não guarde documentos novos deles depois de ter apagado ficheiros que quer recuperar.

Se os ficheiros eram mesmo importantes e o Recuva ou outros programas gratuitos para recuperação de ficheiros não funcionarem pode recorrer às versões pagas deles (se tiverem mais funções de recuperação), a outros programas, ou levar o disco ou o computador a uma loja de informática e explicar o problema.

Como “prevenir é melhor do que remediar” a melhor forma de evitar ter de usar programas para recuperar ficheiros apagados como o programa Recuva é sempre ter backups dos seus ficheiros importantes!

Lembrando que é mais importante fazer cópias de segurança dos seus ficheiros pessoais do que de programas ou ficheiros que descarregou da Internet pois estes sempre poderão ser descarregados de novo, mas os seus documentos pessoais ou de trabalho são únicos e se os perder será para sempre!

Leia também a análise do Advanced System Care (melhorar desempenho do pc)

6 opiniões sobre “Programa Para Recuperar Ficheiros Apagados – Recuva”

  1. Olá, deu tudo certo só que ele não,consegue ver no celular,meu celular é um SONY Xperia mini…fala que (fala o dispositivo não está pronto)eu tenho que desligar ele, ou fazer o que?

  2. boa tarde , sera que podia ajudar me , estou a tentar recuperar ficheiros , utilizando o recuva, o programa funciona pefeitamente , ate ao ponto em que começo a recuperar os arquivos com bola verde , porem ele acaba por nao recuperar precisamente os que apresetam bola verde, e diz uma mensagem , “o dispositivo nao est pronto”
    que faço?
    obrigado

    1. Boa tarde,
      sim, os ficheiros marcados a verde são os que ainda podem ser recuperados, talvez você esteja a tentar recuperá-los para um dispositivo removível (pen, cartão ou memória usb), se for este o caso, experimente recuperar para um outro disco rígido ou pasta, mas não para a pasta onde o ficheiro estava originalmente.
      Outra sugestão caso esteja a usar um versão portátil do Recuva (que não requer instalação) é tentar com a versão normal, instalando-o no seu sistema e depois tentar a recuperação.
      Caso também não consiga pode sempre tentar com um programa diferente, o Recuva é apenas um de muitos programas para recuperação de ficheiros que existem: http://www.google.pt/search?&q=software+gratis+recuperar+ficheiros.

  3. Cara o meu problema é o mesmo do frederico pacheco fica falando que o dispositivo não está pronto e eu não estou procurando em pen drive e coisa parecida oq eu faço?

    1. O erro do Recuva “o dispositivo não está pronto” é provavelmente provocado por um problema de leitura do dispositivo pelo sistema ou o programa está tentando recuperar para um caminho (endereço de ficheiro ou pasta) que não existe mais. Tente recuperar os ficheiros para um disco rígido ou partição diferente. Se as dicas do comentário anterior não funcionarem tente desligar o dispositivo em causa e ligar novamente, se não solucionar tente com um programa de recuperação de ficheiros diferente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.